Relembrando a entrevista com Giorgia Vecchini, uma das maiores cosplayers do mundo

Cosplay9

Hoje venho trazer aos caros leitores uma entrevista realizada há pouco mais de um ano, com a cosplay italiana Giorgia Vecchini. Giorgia é uma das cosplayers mais conhecidas da Europa e do Deviantart, tendo seu trabalho apresentado em vários sites como Kotaku e GameInformer, recebendo vários prêmios em convenções internacionais. Giorgia, além de ser super simpática e atenciosa, também pode ser considerada uma das cosplayers mais bonitas que há por aí – sério, vá conferir suas fotos e ver como é o processo atrás de um cosplay bem feito! 

Fica aqui novamente nosso imenso agradecimento a Giorgia, por gastar seu tempo respondendo tanta pergunta, de forma tão atenciosa e com respostas bem completas! Muito obrigado! As respostas foram originariamente em inglês e eu traduzi para o português.

Você pode conferir fotos/profile dela em sites como o DeviantartTwitter e na sua página de Facebook!

1)O que te levou a fazer cosplay? Como foi o início? Chegou a comentar com alguém essa idéia de fazer cosplay?

Acho que eu nasci uma cosplayer, já que minha primeira tentativa foi aos dois anos quando eu usei a fantasia de Heidi. Alguns anos depois eu fui em uma convenção de quadrinhos onde eu vi umas pessoas usando roupas de ogros, guerreiros e magos para um LARP (dizer LARP me torna mais sexy?  ) E eu imediatamente pensei que se eles podiam fazer aquilo com seus personagens favoritos eu poderia fazer o mesmo com os meus. Eu pedi a um amigo meu para se juntar a mim nas minhas aventuras então fomos uns dos primeiros cosplayers na Itália. Nessa época nem sabíamos que estávamos fazendo cosplay, chamávamos isso apenas de “usar fantasias” e foi apenas algum tempo depois, com a internet se tornando popular, que ficamos sabendo que isso se chamava cosplay e estava crescendo mundo afora.

2)Como as pessoas enxergam o cosplay no seu país? Acha que é muito diferente para você do que é para um americano ou japonês? Há muitas convenções aí ou fãs de cosplay que são italianos? Há sites italianos que dão muita atenção ao cosplay ou é mais fácil achar uma audiência em sites americanos como o Kotaku?

Há muita curiosidade sobre cosplay na Itália, talvez porque sempre gostamos de usar fantasias em fevereiro e nos divertir. A mídia especializada também está aumentando o interesse, mas infelizmente não há muito investimento. Não me leve a mal, nem tudo são rosas e temos uma parcela de haters, mas os otakus Italianos não são tão repreendidos pela sociedade quanto os japoneses e também não sofremos com a ideologia dos americanos de que cosplayer = retardado gordo e feio.

Quanto a sua ultima pergunta, já alguns sites de videogame que ocasionalmente tratam de cosplay, mas eles geralmente focam nos próprios videogames e embora não seja fácil dizer qual dá mais audiência, talvez os sites internacionais tenham maior visibilidade e eu estou sempre feliz de ver minhas fotos aparecendo na internet quando são postadas no Kotaku e outros sites internacionais.

Cosplay11

3)Os homens amam as garotas que jogam! É um fato. Você chega a receber muitos elogios e as pessoas ficam surpresas ao descobrir que você é uma gamer? Por outro lado, já teve problemas pelo fato de que você joga/faz cosplay? Tenho um amigo que teve um problema já que algumas pessoas caçoavam dele porque ele se vestia como personagem de game. Sim, eram uns babacas.

Eu geralmente não saio por aí mostrando o que eu faço porque eu sei que pe difícil para as pessoas que não entendem nada de cosplay entender, especialmente se eu fosse descrever do nada e não tivesse nada para me ajudar na descrição, como fotos. Mas quando eu explico e mostro as fotos as pessoas geralmente ficam impressionadas. Por sorte eu nunca tive nenhum problema por causa do cosplay e, como outras pessoas que conheço, nunca tive que esconder o fato que faço cosplay. Pelo contrário, as pessoas geralmente me dão suporte e elas são muito curiosas sobre cosplay já que elas imediatamente percebem que eu me empenho bastante para deixar o trabalho em um alto nível.

4)Você se descreve como uma hardcore gamer? Tem algum jogo que gostaria de mencionar? Você faz cosplay apenas dos jogos que gosta ou basta gostar do personagem, mesmo não sendo uma fã do game? Chega a jogar online pela Xbox Live ou PSN?

Eu não gosto muito dessa classificação, já que eu posso ser uma hardcore gamer e jogar só jogos feitos para uma audiência casual, mas já que você pergunta, acho que a categoria casual é a que eu me encaixo, já que eu gosto de Singstar e Karaoke Revolution. Também gosto de retrogamer, Wonderboy sendo a minha droga favorita ^__^

Eu geralmente tento fazer cosplay de personagens que eu gosto, independente do quanto eu gostei do jogo. Se o personagem foi interessante e se encaixa comigo mas teve o azar de ser colocado em um jogo ruim eu ainda posso fazer cosplay dele. E de vez em quando eu também recebo trabalhos particulares de cosplay, como a minha próxima Jade de Mortal Kombat.

Cosplay14

5)Cosplays são bem legais, um produto da arte algumas vezes. Mas muitas vezes as pessoas aparecem apenas porque são bonitas e maravilhosas. As pessoas apenas copiam/colam as fotos e pronto, acabou. Você acha que os sites no geral deveriam dar um outro ângulo sobre os cosplayers (falar sobre o processo de trabalho, profiles, o que eles acham dos seus hobbies) ao invés de apenas ficar colocando as fotos e pronto?

Bem, se você postar uma galeria com fotos aleatórias tiradas em uma convenção está OK colocá-las no ar sem mais comentários, apenas como forma de mostrar como foi a convenção. Mas se você está fazendo uma galeria em torno de algum personagem/cosplayer específico acho que é legal colocar um background sobre a pessoa. E sabe, você está atingindo um nervo.Eu recentemente tive que acabar com o cosplayplanet.net, um projeto que estava no ar há mais de um ano porque estava tomando muito do meu tempo. Era algo como um blog de cosplay, com notícias do mundo todo sobre o cosplay, fantasias, adaptações live action e esse tipo de coisa. Também tínhamos uma área de reviews bem interessante onde não focávamos nos gráficos ou número de polígonos, mas na diversão E no cosplay que podia ser retirado do game. Tentávamos mostrar games menos conhecidos com personagens interessantes que ninguém faz cosplay e mesmo nos jogos “regulares” nós nos focávamos nos personagens, publicando fotos grandes deles com uma descrição e uma avaliação da “cosplay-bilidade” da fantasia.

6)Cosplays são legais… mas também alguns são caros e levam muito tempo e eu me pergunto se é possível destruir todo um trabalho com um simples erro. Você faz todas as suas roupas? Gasta muito dinheiro e tempo com isso? Você trabalha sozinha ou tem ajuda de amigos?

Diferente de outros, eu nunca escondi o fato de que recebo muita ajuda dos meus pais. Minha mãe é uma ótima costureira e meu pai é um carpinteiro muito bom e trabalha com aço, entao fazemos um ótimo time e eu gosto da idéia de trabalhar com minha família em algo que gosto. Mas sabe, sinceridade nem sempre é bem-vinda e eu me expus a muita crítica como se pedir ajuda fosse contra a lei. Quanto as outras perguntas, sim, cosplay é um hobby caro em termos de tempo e dinheiro. Felizmente eu consigo manejar bem graças a doações, ajuda de amigos e investimentos pessoais. E embora seja mesmo possível destruir todo o trabalho com um erro eu sempre tento prestar atenção nos passos mais delicados. E mesmo que eu cometa um erro eu sempre tento corrigí-lo e salvar o máximo que eu puder para não gastar tempo e dinheiro que eu investi na fantasia. Como eu disse, cosplay já é caro, então não há porque gastar mais e é uma forma de respeito em relação a aqueles que doaram no meu site.

7)Você já fez algum cosplay para um desenvolvedor ou publisher? Se não, aceitaria fazer algo do tipo, não sei ao certo, como uma campanha de marketing para um novo game ou apenas fazer cosplay para eles em um booth? Como seria diferente para você isso do que você faz normalmente?

Como disse antes, sim, há horas em que me perguntam para fazer cosplay para um publisher ou um artista de comics. Naquela categoria está Jade de Mortal Kombat, em que eu fui convidada pela publisher Warner Bros (que agora é dona da marca como você provavelmente sabe), enquanto no outro está Vanja, que eu fui chamada pelo autor de comics Troaino e Mira para um quadrinho italiano independente.

Cosplay15

8)Se você pudesse voltar no tempo e mudar qualquer coisa em um de seus cosplays, o que seria? Talvez alguma coisa que você não gostou em uma roupa…?

Acho que eu não mudaria nada, porque nenhuma fantasia foi a mesma por muito tempo. Com o tempo passando eu consertei o que não funcionava, algumas vezes até indo ao limite de refazer a fantasia do zero, já que ganhava mais experiência e habilidade e materiais melhores eram descobertos, materiais que não estavam disponíveis ou que eu não conhecia quando fiz a fantasia pela primeira vez, me fazendo ir construir a melhor versão possível, o que está ao alcance agora principalmente por causa da internet e ebay. Então, continuamente consertar e fazer upgrade na fantasia é uma parte importante do processo criativo e artístico do cosplayer que pretende ser perfeito. Algumas vezes acho que a perfeição é um desafio sem fim e essa é a razão pela qual eu continuo tentando para fazer emendas e upgrades mesmo nas fantasias mais perfeitas, seja isso a cor de uma peruca ou de lentes de contato e por aí vai.

9)Se você tivesse a chance de conhecer qualquer pessoa da indústria de games, quem seria? O que você diria a essa pessoa?

Bem, tendo conhecido Akemi Takada, Yumiko Higarashi, Go Nagai, Monkey Punch e claro Leiji Matsumoto (que me deu o prêmio de campeã mundial na WCS 2005), poucos nomes estão na minha lista, mas acho que eu gostaria muito de conhecer Naoko Takeuchi, possivelmente usando minha roupa de Sailor Pluto e Masami Kurumada, usando minha fantasia de Pandora. Se eu os conhecêsse acho que iria apenas agradecer pelos mangás que criaram e que me fez sonhar tanto e iria perguntar se gostaram do meu tributo ao trabalho deles. E claro uma foto juntos e um autógrafo.

10) Você já foi a alguma das grandes convenções como Comic-Con, Gamescon, etc? Qual foi sua convenção favorita ou qual delas você adoraria visitar e porque?

Eu nunca fui a essas convenções, mas tratando-se de convenções grandes, eu sempre vou a Lucca Comics & Games. Estou planejando ir a Comic-Con, embora seja difícil ir lá porque os tickets acabam muito rápido. Espero poder comprar para o próximo. Já fui ao México duas vezes para prestigiar o TNT e também já fui a algumas convenções de cosplay em Portugal, França e Inglaterra, mas acho que o mais longe que já fui para fazer cosplay foi o Japão. Comiket foi legal e o World Cosplay Summit foi ótimo (também porque eu ganhei  ), mas talvez a melhor experiência foi o Osu Parade, o evento um dia antes do World Cosplay Summit nas ruas do bairoo Osu em Nagoya. Cosplayers macham entre duas alas de pessoas se divertindo e é muito excitante. Também já fui convidada a ir para o Chile para uma convenção lá, e se acontecer em Fevereiro, vai ser o mais longe que já viajei para fazer cosplay  .

Cosplay16

11) Sabemos que você também faz cosplay de anime e personagens de comics. Você prefere se fantasiar de personagens de comics, videogames ou você não tem nenhum preferência?

Não tenho preferência quanto a fonte do trabalho, mas como eu gusto mais de videogames que não tem personagens ou videogames de um tempo em que os personagens não eram tão bem feitos como são hoje, é natural que eu escolha personagens de animes e comics que eu me relato mais. Mas estou tentando preencher esse vazio já que mais e mais personagens de videogames vem trazendo fantasias muito boas  .

12) Eu olhei seu site official e parece que você também é uma cantora! Confesso que meu italiano não é muito bom mas parece que você possui uma banda…? Deve ser bem legal!

Sim, eu canto em uma banda chamada “le canne di sampei”. O nome significa “sampei´s canne” e é uma piada ao redor da palavra “canne” que pode significar tanto vara de pescar quanto capim (o capim que você pode fumar). Somos uma banda cover de desenhos, nós fazemos tour no noroeste da Itália cantando músicas de animes italianos conhecidos. Também estou envolvida com o cantos do Eurobeat, Domino, em um projeto do Eurobeat sob o nome de Giorgia V. Já gravei algumas músicas que foram incluídas na compilação japonesa Super Eurobeat. Desde criança eu gostava de cantar então sim, isso é algo que eu adoro fazer.

13) Algum projeto novo vindo aí? Eu vi as fotos de Litchi no Deviantart e estão ótimas! Algum outro personagem que você gostaria de se fantasiar no futuro? Qual seu cosplay favorito de todos os tempos?

Estou trabalhando em muitos projetos novos seja de animes, videogames ou comics americanos. Sobre alguns eu posso falar sem problema, mas outros são projetos secretos que foram pedidos por empresas. Espero conseguir fazê-los em breve! Posso dar um sneak peek de três personagens que vou tirar fotos em breve: Cure Berry (Pretty Cure), Black Widow (Avengers) e o restilo da minha fantasia de Alcyone de Clamp´s Rayearth. Acho que minha fantasia favorita é de Sailor Pluto, que fiz em duas versões diferentes, mais porque acho que me encaixo muito bem no personagem. Com o passar do tempo se tornou meio icônico do meu trabalho e é um dos mais pedidos quando sou convidada para fora para as convenções. Acho que devo dizer algumas palavras sobre Alcyone, outra fantasia que fiz mais de uma vez, porque eu realmente amo o personagem e porque me deixou atingir um certo sucesso. E não posso esquecer Baron Ashura de Mazinger Z porque graças a ele eu pude conhecer Go Nagai e também porque é um personagem maluco e me deixou interpretar, até mesmo assustando crianças e não é coincidência que a TV Italiana me quis usando isso para um TV de programa engraçado que passou na última primavera.

14) A pergunta mais importante: está solteira? Sim, as pessoas geralmente perguntam isso quando vêem suas fotos 

Entendo. Acho que você pode dizer aos seus leitores que no momento estou solteira.

Cosplay13